Melomakárona


O Natal está chegando e está na hora de preparar as delícias que acompanham esta data.

Os doces mais tradicionais em toda a Grécia durante a época de Natal e Ano Novo são o Kourabié, Kourabiédes no plural, e o Melomakárono, Melomakárona no plural. Por que o plural? Porque você nunca vai comer um só!!!!

Hoje vou passar a receita de Melomakárona, o que eu mais gosto.

Quem visita a Grécia durante o verão não vai sequer ouvir falar neste doce porque as docerias só fazem durante a época do Natal e Ano Novo. Não sei o por que disto, talvez porque não é época de nozes, ou algo assim, mas para provar esta iguaria na Grécia, só viajando para lá durante as festas.  Existe até um blog de troca de receitas de melomakárona e uma petição para que sejam feitos nas docerias durante todo o ano. Espero que dê resultado!!!

Quem quiser saber mais sobre a etimologia da palavra e um pouco da história do melomakárono pode olhar no link http://www.24grammata.com/?p=6966 que está em grego, mas o Google dá uma tradução razoável. Dica: tem a ver com a origem da palavra macarronada.

Ah, em alguns lugares também são chamados de Finíkia (φοινίκια).

Melomakárona   

Μελομακάρονα        
  


Ingredientes:
2 xícaras de chá de óleo (originalmente feito com azeite extra virgem)
1 xícara chá de açúcar
½ xícara de chá de suco de laranja
½ xícara de chá de conhaque (um Metaxá vai bem)
2 colheres de chá rasas de canela em pó
2 colheres de chá de fermento químico
1 colher de chá rasa de bicarbonato de sódio
8 xícaras de chá de farinha
200 g de nozes bem picadas

Ingredientes da calda:
1 xícara de chá de mel
2 xícaras de chá de açúcar
2 xícaras de chá de água

Modo de preparo dos biscoitos:
Peneire a farinha e reserve 1 xícara de chá. Dependendo da farinha vai ser necessária ou não.
Junte à farinha (as 7) o fermento e o bicarbonato e misture.
Bata todos os demais ingredientes no liquidificador.
Coloque o líquido em um bowl (bacia) grande e vá juntando a farinha aos poucos sem sovar apenas misturando suavemente para o líquido incorporar a farinha. Faça movimentos com a massa virando a massa de baixo para cima, não misture muito ou o óleo vai começar a se separar.


Depois de juntar as 7 xícaras,  verifique se a massa forma biscoitos. Se o biscoito ficar mole demais, não ficando na forma que você moldou, adicione mais farinha até chegar no ponto.



Molde os biscoitos e coloque numa forma levemente untada com óleo.




Asse em forno médio (180 oC) até ficarem dourados. Na dúvida olhe a parte de baixo do biscoito, não deixe queimar.

Modo de preparo da calda:
Cozinhar todos os ingredientes por 5 minutos a partir do começo da fervura tirando a espuma que se forma por cima.

Montagem:
Banhe os biscoitos frios na calda quente a gosto. Se quiser  biscoitos bem molhados, deixe mais tempo, mas não esqueça que com o tempo eles vão ficam mais moles. Se prefere mais crocantes, deixe pouco tempo.
Coloque num recipiente e cubra com nozes.
Os biscoitos duram cerca de trinta dias se conservados em local fresco. (Meio difícil durar tanto tempo, vai comer tudo antes).

Dicas:
- Estes biscoitos também são feitos recheados. Basta rechear com nozes picadas.
- Em alguns lugares da Grécia, acrescenta-se cravo em pó à receita tradicional.
- A moda na Grécia, agora, é fazer a massa de chocolate, basta adicionar chocolate na receita e diminuir um pouco a farinha.
- Outra moda é fazer com cobertura de chocolate, como um bombom.

5 comentários:

  1. Olá! Deixei um selo para ti no meu blogue. É um passatempo em que temos de nomear blogues favoritos com menos de 200 seguidores, quem nomeia escreve umas perguntas e os bloggers nomeados respondem no seu blogue. Eu escolhi-te a ti! Se quiseres participar, o link é este:
    http://maos-de-manteiga.blogspot.pt/2013/02/selo-liebster-award.html

    Beijinhos*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super obrigada por me nomear! Vou participar sim :)
      beijos

      Excluir
  2. Olá dou filha de pai grego e minhas festas de fim de ano desde que me entendo por gente sempre tiveram esses biscoitos, tanto o Melomakárona quanto o Kourabié.

    Minha mãe aprendeu com a minha vó, mãe do meu pai (ambos já falecidos, minha vó e meu pai), e nunca deixou de fazer.

    Só que agora está adoentada e perdeu a mão da receita. Esse ano eu vou fazer. Que responsabilidade.

    Quanto de cravo em pó eu devo colocar na massa? Minha mãe costumava fazer com cravo inteiro mesmo. Por isso não tenho noção da quantidade. Agradeceria se pudesse ajudar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bianca,
      Como você viu, eu não ponho cravo na receita. Mas cada região, e até cada cidade da Grécia, tem o seu toque especial.
      Não sei quanto você aprecia o cravo, mas um pouquinho já dá um sabor bem pronunciado.
      Para esta receita, sugiro uma colher de café rasa.
      Se ficar bom, anote na sua receita, se ficar "fraco", acrescente um pouco mais na próxima vez.
      Bom Natal pra você - Καλά Χριστούγεννα

      Excluir

Tem algum pedido especial? Fale para mim.

Postagens populares

Siga por Email