Galaktoboureko - Torta folhada de leite

O pedido de todos em casa, quando se trata de doce, é o galaktoboureko, um creme delicioso envolto em massa folhada e coberto com calda açucarada.
Tem gosto de infância, tem gosto de “comfort food”.
Quando eu era criança, era muito difícil encontrar massa folhada pronta para comprar no mercado como temos hoje. Massa Phillo então, nem pensar, ainda hoje é difícil de encontrar em alguns lugares. Então, minha mãe tinha que encomendar lá no Bom Retiro quando queria fazer algo especial.
Como nós, as crianças, não tínhamos muita paciência para esperar, minha mãe usava massa de pastel. É lógico que não é a mesma coisa, mas ainda hoje meu irmão diz que prefere quando é feito com massa de pastel.
Eu gosto de qualquer jeito, até sem massa folhada quando é chamado de Galatópita, e de preferência, geladinho.
Já estou com água na boca.

Galaktoboureko (galaktobúreko)
Γαλακτομπούρεκο
Torta de leite com massa folhada

Ingredientes:
1 xícara de chá de semolina
2 litros de leite
2 xícaras de chá de açúcar
1 colher de sopa de manteiga
6 ovos
Canela em pó
1 pacote de massa folhada tipo Philo ou 2 a 3 pacotes de massa folhada

Modo de preparo:
Colocar o leite, a semolina e o açúcar no fogo em uma panela grande. Mexer até engrossar. Juntar a manteiga e tirar do fogo.
Bater as claras formando uma espuma, mas sem chegar ao ponto de neve, juntar as gemas e adicionar ao conteúdo da panela com movimentos suaves mas rápidos para não talhar. Cubra para não formar película e deixar esfriar.
Forrar uma forma untada com manteiga com seis folhas de massa Philo, untando cada folha com manteiga, menos a última.
Colocar o conteúdo da panela, já frio, na forma, salpicar com canela em pó e dobrar as bordas da massa para dentro. Cobrir com 4 folhas de massa Philo, untando cada uma com manteiga ao colocar.
Caso desejar usar massa folhada, faça o mesmo procedimento usando apenas uma massa para forrar e uma para cobrir.
Marque suavemente a massa Philo com uma faca, sem cortar até o creme, no formato que deseja cortar os pedaços quando pronto.
Assar em forno médio pré-aquecido a 180oC por cerca de 40 minutos até dourar.

Ingredientes da calda:
2 xícaras de chá de açúcar
2 xícaras de chá de água
Modo de preparo:
Colocar os ingredientes numa panela pequena, levar ao fogo e deixar ferver por 5 minutos.

Banhar a torta com esta calda quente assim que sair do forno.
Cortar a torta apenas depois de fria.

Dicas:
- Este é um dos doces mais tradicionais da Grécia, e como toda comida grega, com diversas receitas e variações que foram surgindo a partir do gosto local e pessoal.
- Uma das variações mais comuns é o uso de suco de limão na calda. Se desejar, adicione o suco de ½ limão à calda.
- Para quem gosta de limão e laranja, adicione raspas de limão e laranja aos ovos batidos.
- Outra variação é o uso de mel na calda. Neste caso, adicione 1 ou 2 colheres de sopa de mel à calda no início do preparo.
- Para quem gosta de cravo, adicione 6 cravos-da-índia à calda e retire depois de ferver.
- Em algumas localidades da Grécia, é comum colocar um pouco de fubá no creme para deixá-lo com uma cor mais amarelinha.
- Não coloque a massa quente dentro da massa folha e depois leve ao forno porque não vai folhar.
- O galaktoboureko pode ser preparado com antecedência e guardado na geladeira na véspera, colocando para assar algumas horas antes de servir, assim ficará mais crocante.
- Aqui no Brasil, já fiz esta torta com massa de pastel ao invés de massa folhada. Para quem gosta de uma crosta mais durinha e mais light, fica a dica.

Um comentário:

Tem algum pedido especial? Fale para mim.

Postagens populares

Siga por Email