Bacaliáros skordaliá - Bacalhau com skordaliá

A maior parte das receitas que utilizam bacalhau, na Grécia, vem do Peloponeso. Diz-se que é devido aos ingleses, que vinham à Grecia em busca de uvas passas no passado, utilizarem o bacalhau como forma de troca, e o Peloponeso é o local que mais produz uvas passas na Grécia.
A mais famosa receita de bacalhau é, com certeza, o Bacalhau com skordaliá. Isto se deve ao fato de que durante a quaresma cristã ortodoxa só é permitido o consumo de peixes duas vezes, no dia da Evangelização (του Ευαγγελισμού) e no Domingo de Ramos (των Βαΐων). O dia da Evangelização é o mesmo dia em que se comemora o dia da Independência da Grécia, 25 de março, que é uma data muito comemorada por todos independentemente da religião.
Como as cidades e vilas mais distantes do mar não tinham peixes frescos, utilizavam o bacalhau salgado - de fácil conservação e barato - e assim o costume foi sendo introduzido.
Então, nestes dois dias, no dia 25 de março, Independência da Grécia, ou dia da Evangelização (του Ευαγγελισμού) e no Domingo de Ramos (των Βαΐων), o prato que não pode faltar é Bacalhau com skordaliá.




Bacaliáros skordaliá
(bacaliáros skordhaliá)
Μπακαλιάρος Σκορδαλιά
Bacalhau com skordaliá

Para preparar esta receita utilizamos as duas receitas anteriores, Skordaliá e Kourkouti.

Ingredientes para o bacalhau:
1 kg de bacalhau salgado
1 receita de kourkouti (Creme para empanar)
Sal e pimenta a gosto
Óleo para fritar (azeite, de preferência)
Fatias de limão

Modo de preparo:
No dia anterior, cortar o bacalhau em pedaços (não jogue fora o rabo) e colocar de molho em água fria por cerca de 15 horas (no mínimo). Trocar a água 3 a 4 vezes durante o período.
Preparar o kourkouti com cerveja.
Limpe o bacalhau, tirando a pele e as espinhas.
Separe as partes menores e o rabo e coloque para cozinhar com água e sal.
Tempere o restante com sal e pimenta, passe no kourkouti e frite em óleo abundante. Vire os pedaços apenas quando já estiverem bem dourados.
Deixe escorrer em papel absorvente.

Ingredientes para a Skordaliá:
1 receita de skordaliá (com batatas, pão, amêndoas, ou o que preferir).
Substitua a água utilizada na skordaliá pela água (passada pela peneira) do cozimento do bacalhau.

Montagem do prato:
Sirva a skordaliá com um fio de azeite e um pedaço de bacalhau.
Deixe fatias de limão disponíveis para regar o bacalhau.

Dicas:
- Não se esqueça do pão para acompanhar.
- Se possível, deixe o bacalhau de molho para dessalgar por mais horas - 24 a 48 h.
- Se estiver seguindo o jejum ortodoxo, não utilize leite para fazer o kourkouti.
- Enfeite ou tempere a skordaliá com nozes e ou hortelã bem picadinha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tem algum pedido especial? Fale para mim.

Postagens populares

Siga por Email